O nosso Blog apresenta as atividades do Currículo Montessori

Curso de Introdução ao Montessori

Uma vez por semestre realizamos o Curso de Introdução ao Montessori. Esta formação tem por objetivo mostrar uma visão geral a respeito da vida da Dra. Maria Montessori e a Pedagogia Científica criada por ela. O Curso faz uma breve introdução em cada uma das áreas da sala Montessori para crianças de 3 a 6 anos e o aluno tem a oportunidade de manusear alguns materiais que fazem parte do Currículo Estruturado para esta faixa etária.

É recomendado para pais, psicólogos, educadores, coordenadores e diretores de escolas interessadas em saber mais a respeito do Sistema Montessori de educação.

Neste final de semana aconteceu o VII Curso de Introdução ao Montessori e o todos saíram encantados querendo aprender ainda mais!

 

Curso Férias – Julho 2017

Férias na Escola Montessori de Campinas é festa todos os dias!

Estimulando as crianças nas interações sociais assim como no desenvolvimento de novas habilidades, a diversão é garantida! Hoje é o último dia do Curso Férias e durante o mês de julho as crianças fizeram teatro, artes, plantaram e colheram na horta, acamparam e muito mais!

Já estamos com saudades…

Sensorial – Cubo do Trinômio

O Cubo do Trinômio é uma atividade da área Sensorial da sala Montessori que trabalha o sentido visual.

É uma equação matemática construída com sólidos geométricos em diferentes formas e cores.

Vida Prática – Lustrar Móveis

Nas atividades de Vida Prática da sala Montessori as crianças aprendem a ter responsabilidade consigo, com os amigos e com o meio. Esta área tem como objetivo trabalhar a coordenação, concentração, ordem e independência.

Cuidar da limpeza do ambiente faz parte deste aprendizado e inclui lustrar móveis.

Matemática – Primeira Tábua de Seguin

 

É o material da área de matemática da sala Montessori para crianças de 3 a 6 anos que introduz a criança ao conhecimento dos números de 10 a 19.

 

 

Montessori na Jornada de Educação do curso de Pedagogia da Metrocamp

Ontem nossa diretora Camila Isola com o apoio das nossas coordenadoras Valéria Laura e Juliana Orvate realizou uma oficina a respeito dos princípios do Sistema Montessori na Faculdade Metrocamp na Jornada de Educação do curso de Pedagogia.

Houve inicialmente uma palestra que mostrou os 3 Pilares da Educação Montessori:

  1. Criança – é o centro da Educação e são livres para escolher os materiais que querem manusear para se auto-educarem;
  2. Ambiente Preparado – com os materiais que foram cientificamente elaborados e formam o Currículo Estruturado;
  3. Educador Qualificado – além de Pedagogia é necessário fazer o Curso de Formação Montessori

Num segundo momento as alunas foram convidadas a manusear alguns dos materiais para entender na prática como é realizado o trabalho numa sala Montessori com crianças de 3 a 6 anos de idade.

Escola Aberta – Materna e Nido

Aconteceu neste sábado a Escola Aberta das salas Materna e Nido.

Neste dia as famílias inicialmente se reúnem para conversar a respeito do Montessori e tirar suas dúvidas. Depois seguem para as salas de seus filhos para observar o trabalho realizado pelas crianças manuseando os materiais escolhidos.

 

Dia da Família na Escola – Show de Talentos

O Dia da Família na Escola foi um sucesso!

A pedido dos Pais e da nossa Equipe repetimos a proposta do Show de Talentos.

Cada família trouxe ao público suas habilidades. Tivemos aula de Yoga, conto de terror que fez a platéia rir muito, fizemos aviões de papel, pais e mães que formaram banda com seus filhos e muito mais emoção!

Palestra – Resolução de Conflitos

No dia 18 de março (sábado), das 9:00 às 11:00 tivemos uma Palestra com o título: “Resolução de Conflitos” a respeito das necessidades das crianças em desenvolvimento, os conflitos entre os adultos e crianças e o que fazer para evitá-los.

A palestrante Leonie Coppelmans Eussen – Nieke é Pedagoga (Unicamp), Mestre (Universidade de Alabama) e tem a Formação Montessori para crianças de 3 a 6 anos pela Associação Montessori Internacional (AMI). É professora no Centro de Estudos Montessori de São Paulo (CEMSP) e Consultora Montessori. Idealizou e concretizou o projeto de implementar Montessori na ONG Firmacasa que possui 7 salas Montessori e atende 280 crianças de 3 a anos.

O evento foi gratuito e aberto ao público. Os pais puderam contar com o apoio das nossas educadoras para brincar com as crianças enquanto assistiam a palestra.

 

Matemática – Crivo de Erastóstenes

Na área de matemática da sala Infantile Montessori utiliza-se o Crivo de Erastóstenes, também conhecido como Tábua de Cem, para que a criança consiga visualizar o posicionamento dos números de um a cem numa tabela que os ordena em fileiras de dez em dez.

Criado pelo matemático grego Erastóstenes, o Crivo de Erastóstenes é um método simples e prático para encontrar números primos até um certo valor limite. Confira como calcular os números primos no Crivo neste link da wikipedia: https://pt.wikipedia.org/wiki/Crivo_de_Erat%C3%B3stenes

 

Sensorial – Terceira Caixa de Cores

A Terceira Caixa de Cores possui 9 cores diferentes que graduam em sete tons mais claros e devem ser pareados do mais claro para o mais escuro.

Vida Prática – Versamento

A atividade de versamento é um trabalho da área de Vida Prática da sala Montessori.

Neste trabalho a criança versa o material que está em um dos recipientes para o outro. Para aumentar o grau de dificuldade para o ganho de uma nova habilidade varia-se os recipientes e o conteúdo a ser versado. Exemplo: utiliza-se jarras com material seco para ser versado e depois líquido.

O objetivo deste trabalho é desenvolver a independência, ordem, concentração e coordenação assim como todas as atividades desta área.

Matemática – Jogo do Rolinho

O Jogo do Rolinho é uma atividade da área de Matemática da sala do Infantile Montessori.

Tem como objetivo direto fazer contagem linear com material dourado e escrever o número da quantidade trocando cada dezena, cem e mil quando necessário.

Esta atividade trabalha o material concreto, o numeral e também a escrita do mesmo.

Palestra Montessori – Gabriel Salomão

Montessori e Ciência: o que sabemos até agora?

05 de novembro, sábado

das 9:00 às 10:30 horas

Local: Escola Montessori de Campinas

Av. João Erbolato, 195 – Jardim Chapadão

Gabriel Salomão

criador do Blog Lar Montessori

Inscrições até dia 3 de novembro:

3213.5896 ou

recepção@montessoricampinas.com.br

Vagas Limitadas!

IX Encontro de Professores Montessorianos – Brasília

Aconteceu entre os dias 15 a 17 de setembro, em Brasília, o IX Encontro de Professores Montessori. Além das oficinas de Inclusão, Geometria, As Cinco Grandes Histórias, Linha Montessori, Vida Prática e Sala de Observação de crianças de 1 a 3 anos aconteceram momentos de apresentação de Cases e de muita troca no Café Literário.

 

Escola Aberta – Infantile

No sábado passado, aconteceu a Escola Aberta para a sala Infantile. Neste dia os pais tiveram a oportunidade de entrar na sala Montessori junto com seus filhos para vê-los trabalhando nas atividades.

Materna – Discos com Pinos

Na sala Materna Montessori existem várias atividades que trabalham a coordenação entre os movimentos das mãos com o que os olhos vêem.

As atividades que possuem Pinos com Discos vão evoluindo dentro do Currículo Estruturado que foi criado pela observação da evolução das habilidades conquistadas pelos bebês.

A primeira atividade é para o bebê compreender o movimento de pegar um disco com furo no meio e encaixá-lo no pino. Chama-se Quatro Elipsóides em Hastes. O bebê repete o mesmo movimento quatro vezes cada vez que for trabalhar com este material.

A segunda é a atividade dos Anéis em uma Base Estável, seguida pelos Anéis em uma Base Móvel que dificulta a colocação dos Anéis já que sua base é instável e se movimenta enquanto o bebê está tentando encaixar os anéis no pino.

Existem duas variações desta atividade. Uma são os Anéis de Diferentes Gradações em Base Estável, na qual é acrescida a dificuldade de ordenar os Anéis por ordem de largura. Outra variação são os Cubos em uma Base Vertical na qual a dificuldade está no tamanho dos Cubos, que exige maior coordenação das mãos por serem bem menores que os Anéis.

Outra variação são os Discos com Haste Horizontal que exige o movimento de mãos diferente das Hastes Verticais.

O último grau de dificuldade é a atividade dos Pinos com Discos Coloridos na qual além de coordenar os movimentos das mãos o bebê precisa perceber que existe o pino da cor exata do disco variando entre vermelho, azul e amarelo.

 

Ciências – Nomenclatura Classificada

Na área de Ciências, a Nomenclatura Classificada pode ser de partes do vegetal como árvore, flor, raiz e folha ou de animais como anfíbios, répteis, aves e mamíferos.

São duas séries de figuras com a mesma imagem com diferentes partes coloridas. Uma série possui a escrita correspondente à parte que está colorida a outra somente a imagem com um espaço em branco logo abaixo. Além das duas séries de imagens, há uma série de cartões que possuem a escrita das mesmas palavras da série que possui desenho e escrita.

Na hora de apresentar, as duas séries são pareadas e os cartões escritos colocados em cima da série que possui somente a imagem.

Após trabalhar algumas vezes com o pareamento, a criança poderá colorir sua própria série de Nomenclatura Classificada para levar para casa.

Montessori em Casa

Quando falamos de Montessori em casa, precisamos lembrar que quando a criança nasceu a casa já existia e ela foi feita para pessoas adultas que viviam nela. É essencial ter isso em mente para entender que o que realmente precisamos fazer para ter Montessori em casa é respeitar este novo indivíduo que faz parte da família sem desrespeitar os demais seres que nela já viviam. Desta forma, uma casa deve ter espaços e mobiliário adequado à todos os seus habitantes. Diferente de uma sala Montessori em que tudo é para as crianças que farão uso do espaço.

Um exemplo disso é a cozinha. Numa sala Montessori a pia deve estar na altura da criança. Em casa, o que pode ser feito é ter um móvel que permita à criança ter acesso à pia que está na altura própria para uso de um adulto.

 

Materna – Escada

Escadas são sempre uma atração na vida de uma criança que está aprendendo a coordenar seus movimentos e ter uma escada dentro da sala Montessori auxilia o desenvolvimento das habilidades necessárias para conseguir realizar tal tarefa.

VP – Telaio

É uma palavra em italiano que significa armação e na sala Montessori possui duas partes de tecido que se encontram no meio com vários desafios para desenvolver as habilidades da criança.

Existe o Telaio de Velcro, Zíper, Botão, Fivela, Colchete, Laço e Cadarço. Alguns deles variam em diferentes níveis como o Telaio de Botão e de Botão de Pressão.

VP – Versamento

A atividade de versamento é da área de Vida Prática.

O conjunto desta atividade evolui gradativamente inserindo um novo desafio à coordenação motora da criança.

Versar sólidos de uma jarra para outra jarra é a apresentação inicial pois ao derramar o sólido a criança tem mais facilidade para colocá-lo de volta na jarra. Já a jarra por sua vez possui um bico que direciona o sólido no momento em que a atividade está sendo realizada.

Desta atividade, pode-se trocar o sólido por líquido e isso exige ainda mais concentração da criança ao realizar o trabalho.

Há também Versar de Jarra para copo, versar com a utilização de um funil, versar para mais de um recipiente e muitos outros desafios que fazem com que a criança seja desafiada cada vez mais a aperfeiçoar seus movimentos.

Ling – Encaixes Metálicos

Encaixes Metálicos é um material da área de Linguagem da sala Montessori que tem como objetivo trabalhar a coordenação motora fina.

É formada por 5 encaixes com linhas retas e cinco encaixes com linhas curvas.

Inicialmente a criança manuseia o material contornando cada uma das duas partes do encaixe e colorindo o espaço em branco no meio do desenho preenchendo-o por completo.

Uma outra maneira deste material ser utilizado é criando novas formas e desenhos a partir da união de dois ou mais encaixes.

Materna – Bebês Livres

Um dos maiores princípios do sistema Montessori é a liberdade. Isso fica visível quando entramos numa sala Montessori que as crianças estão fazendo aquilo que escolheram desde a sala Materna.

Enquanto o Davi está chutando a bola do móbile, o José está acendendo e apagando a luz, o Davi está em pé apoiado na barra lateral, o Miguel está encaixando as formas no quebra-cabeça e a Martina está enfiando a bola na sua atividade. Todos trabalhando no seu tempo com o estímulo exato para sua fase de desenvolvimento, felizes por terem escolhido sua própria atividade e concentrados no seu trabalho.

 

Matemática – Crivo

Composto por uma tabela dividida em cem quadrículos (10 x 10) e cem peças que se encaixam sobre eles que contém os números de 1 a 100, o Crivo, também conhecido como Tábua de Cem, fica na área de matemática da sala Montessori.

Tem como objetivo trabalhar a ordenação das peças com os números em cima da tabela, inicialmente da esquerda para a direita, de cima para baixo.

Possui uma tabela como controle de erro da atividade com a mesma divisão e os números escritos nela.

SEN – Encaixes Sólidos

Os Encaixes Sólidos são da área de Sensorial da sala Montessori.

Na sala Nido usa-se um conjunto de somente 5 encaixes para serem colocados na base.

VP – Lavar Roupa

Lavar Roupa faz parte do ambiente de uma sala Montessori e tem como objetivo principal trabalhar a concentração, senso de ordem, coordenação e independência da criança.

MATERNA – Barras Paralelas

As Barras Paralelas têm como objetivo trabalhar a coordenação motora grossa do bebê para que ele possa praticar o caminhar de frente com apoio para ambos os braços. Antes desta atividade, eles reforçam a musculatura na Barra Lateral na qual o bebê caminha lateralmente.

Matemática – Jogo da Serpente

O Jogo da Serpente é uma atividade da área de Matemática da sala Montessori. É composta por três caixas. Uma caixa contém pelo menos dois conjuntos de contas em barras de 1 a 9 e pode ter mais conjuntos para que a serpente fique ainda maior. A segunda caixa possui dez barras de dezena. A terceira caixa tem barras pretas e brancas de um a nove.

Tem como objetivo direto trocar dez unidades por uma dezena (barra de dez).